Segunda, 17 de Junho de 2024
26°

Tempo nublado

Ibaiti, PR

Geral Copel

Copel entrega 12,5 mil km de novas redes do Paraná Trifásico e programa alcança 50%

A Copel já investiu mais de R$ 1 bilhão – do total de R$ 2,8 bilhões previstos até o final do programa – na construção de redes trifásicas. A Cope...

07/06/2023 às 17h20
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Paraná
Foto: Reprodução/Secom Paraná

Os mais de 12.500 quilômetros de novas redes entregues até este mês de junho pelo Paraná Trifásico em 325 municípios do Estado já se traduzem em melhoria da qualidade da energia distribuída no campo. A Copel registrou uma redução de 13% no tempo médio dos desligamentos na área rural dos municípios que receberam, até agora, mais de 100 quilômetros de redes trifaseadas.

A melhoria demonstra a eficiência das novas redes no momento em que a companhia concluiu, rigorosamente no prazo estabelecido, a construção de metade dos 25 mil quilômetros planejados. Com a iniciativa, que adiciona automatização e reforça a qualidade do fornecimento de energia rural, a Copel já investiu mais de R$ 1 bilhão – do total de R$ 2,8 bilhões previstos até o final do programa – na construção de redes trifásicas. Somente em 2023 estão sendo investidos R$ 500 milhões no programa.

"O Paraná Trifásico chegou à metade de sua execução e nós já estamos colhendo bons resultados, com uma melhoria expressiva na qualidade do fornecimento de energia", diz o presidente da Copel, Daniel Slaviero. "A iniciativa moderniza a rede rural, facilita e barateia o acesso à energia no campo e propicia infraestrutura de qualidade que contribui para a segurança energética do estado e para o desenvolvimento do setor produtivo agropecuário”.

A Copel tem mais de 500 mil clientes no campo, dos quais cerca de 330 mil são produtores rurais.

Para entregar esses resultados, mais de 2 mil profissionais da companhia e de empresas terceirizadas trabalharam no programa. Com o envolvimento de profissionais de diversas áreas, a Copel já instalou 204 mil postes, mais de 900 mil isoladores e um total de 12 toneladas de cabos.

OBRAS POR REGIÃO– Até o momento, o Centro-Sul do Estado concentra a maior extensão de novas redes do programa. São 2.927 quilômetros espalhados por toda a região. Os municípios com rede mais extensa são Ortigueira, onde foram concluídos 180 quilômetros, Palmeira, 177 km, e Ponta Grossa, 175 km.

No Oeste do Estado, a Copel já entregou 2.167 quilômetros de novas redes. Cascavel é o principal município beneficiado na região, com 214 km de redes, seguido por Guaraniaçu, com 129 km; e Toledo, com 94 km. Vizinha do Oeste, a região Noroeste já recebeu 2.072 quilômetros de redes. Nova Cantu já conta com 94 km de cabos, Mandaguari, com 89 km e Campina da Lagoa, 83 km.

Na região Leste, foram concluídos 1.949 quilômetros de redes trifásicas. A Lapa, com 231 km de novas redes, é o município com a rede trifásica mais extensa em todo o Paraná até o momento. Em Rio Branco do Sul são 218 km e, em Bocaiúva do Sul, 150 km de novas redes.

No Norte as novas redes trifaseadas somam 1.754 quilômetros. Em Cândido de Abreu, a Copel concluiu 132 km de novas redes. Londrina conta com 103 km, e Ivaiporã, 83 km. Por sua vez, a região Sudoeste possui 1.666 quilômetros de redes do programa. Francisco Beltrão já recebeu 125 km de redes pelo programa, Capanema, 111 km, e o município de Coronel Domingos Soares, 98km.

TECNOLOGIA NO CAMPO– Toda a espinha dorsal da rede de distribuição no campo está sendo trifaseada, substituindo a tecnologia monofásica existente. Além de garantir energia de mais qualidade e com maior segurança, o programa proporciona o acesso do produtor rural à rede trifásica a um custo muito inferior ao que hoje é pago.

“Com o Paraná Trifásico, a Copel melhora a qualidade no fornecimento de energia para o campo, renova seus ativos e garante mais segurança à população”, afirma o superintendente de engenharia de expansão da Copel, Edison Ribeiro da Silva. Ele explica que os cabos da rede contam com capa protetora e alto nível de resistência. “Isso contribui para reduzir o número de desligamentos causados pela queda de galhos de árvores ou outros objetos sobre a rede”, acrescenta.

O programa também retira os postes antigos do meio das plantações e coloca postes novos nas estradas rurais, o que facilita o acesso dos técnicos.

As novas linhas têm conexões inteligentes com a central de monitoramento da rede, chamados de religadores automáticos. Esses equipamentos têm capacidade para identificar problemas e atuam para isolar desligamentos, além de ter capacidade de religar a energia sem precisar de interferência humana. Os equipamentos podem ser acionados remotamente pelo novo Centro de Operação da Copel em Curitiba.

Culturas que dependem da energia elétrica intensiva para a sua produção já estão sendo beneficiadas, entre elas leite e derivados, suinocultura, avicultura, piscicultura e fumo, além de atividades como os poços artesianos. O Paraná é líder nacional em algumas delas, como avicultura e piscicultura.

Ibaiti, PR Atualizado às 15h03 - Fonte: ClimaTempo
26°
Tempo nublado

Mín. 12° Máx. 26°

Ter 27°C 11°C
Qua 28°C 11°C
Qui 28°C 13°C
Sex 27°C 11°C
Sáb 28°C 13°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias