Segunda, 17 de Junho de 2024
26°

Tempo nublado

Ibaiti, PR

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão discute caso de passageira da Gol que foi expulsa do voo por não despachar mochila

Depositphotos Fim da cobrança para o despacho de bagagem ainda pode ser restabelecido pelo Congresso A Comissão de Viação e Transportes da Câmara...

26/05/2023 às 11h20
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Fim da cobrança para o despacho de bagagem ainda pode ser restabelecido pelo Congresso - (Foto: Depositphotos)
Fim da cobrança para o despacho de bagagem ainda pode ser restabelecido pelo Congresso - (Foto: Depositphotos)

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados discute na próxima terça-feira (30) o incidente envolvendo a Gol e a passageira Samantha Vitena Barbosa no aeroporto de Salvador (BA). Samantha, que ia para São Paulo, recusou-se a despachar a mochila com um notebook. Mesmo depois de ter acomodado a bagagem com a ajuda de outros passageiros, o comandante acionou a Polícia Federal para retirar Samantha do avião.

Em nota, a Gol informou que havia uma grande quantidade de bagagens para serem acomodadas a bordo e que muitos clientes colaboraram ao despachar os volumes gratuitamente. No entanto, "uma cliente não aceitou a colocação da sua bagagem nos locais corretos e seguros destinados às malas e, por medida de segurança operacional, não pôde seguir no voo".

Na ocasião, o Ministério das Mulheres condenou o caso pelo Twitter: “O episódio contra Samantha Vitena em um voo de Salvador na madrugada deste sábado demonstra o racismo e a misoginia que atingem de forma estrutural as mulheres negras em nosso País”.

"Os relatos publicados na imprensa demonstram que o problema teve como origem o despacho de bagagem de mão", resume o deputado Ricardo Silva (PSD-SP). Assim, é preciso "discutir a política de bagagem e as competências legais das companhias aéreas em retirar passageiros de suas aeronaves".

Fim da cobrança
Desde 2017, as companhias aéreas são autorizadas a cobrar pelas malas despachadas. Na época, as empresas alegavam que a cobrança permitiria baratear as passagens.

No ano passado, os parlamentares aprovaram uma emenda à MP 1089/21 proibindo as companhias aéreas de cobrar qualquer tipo de taxa por uma bagagem de até 23 kg em voos nacionais e até 30 kg em voos internacionais. O Executivo, vetou esse dispositivo. Silva lembra que o veto está pendente de apreciação do Congresso (Veto 30/22).

O deputado afirma que, com a cobrança extra para despachar malas, "os passageiros passaram a adotar massivamente o uso da bagagem de mão, o que tem sobrecarregado a cabine das aeronaves e gerado conflitos recorrentes e desconforto aos passageiros". Foi o que aconteceu no caso envolvendo Samantha Barbosa na aeronave da Gol.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto, entre outros:
- o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França;
- o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Henrique Wagner;
- a presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Jurema Monteiro;
- o diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Tiago Pereira; e
- a professora Samantha Vitena Barbosa.

A audiência será realizada no plenário 11, a partir das 10h30.

Ibaiti, PR Atualizado às 15h03 - Fonte: ClimaTempo
26°
Tempo nublado

Mín. 12° Máx. 26°

Ter 27°C 11°C
Qua 28°C 11°C
Qui 28°C 13°C
Sex 27°C 11°C
Sáb 28°C 13°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias