PRINCIPAL
CRÔNICAS


A educação: lição de cidadania e respeito mútuo
A educação, em seu conceito geral, caracteriza-se como o processo adequado para que se suceda o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano. Ela faz parte de um sistema primordial
22.AGOSTO.2014
A educação, em seu conceito geral, caracteriza-se como o processo adequado para que se suceda o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano. Ela faz parte de um sistema primordial para que os envolvidos nesse conjunto obtenham valores indispensáveis para a sua vida, além de virtudes essenciais para o seu desenvolvimento cognitivo e psicológico. A educação vem sempre acompanhada por lições altamente necessárias para que ocorra uma mudança de opinião e também de atitude, para que os sujeitos passem a observar os diversos conceitos e forma de ação de maneira concreta, real, ocorrendo assim uma transformação na maneira de se pensar, refletir e agir. E a partir de tal mudança, essas formas de reflexão e ação passam a ser vistas e feitas na maneira correta e autêntica, de acordo com a vivência educativa e as leis vigentes. O objetivo central da educação é mostrar os verdadeiros caminhos do saber e do bem viver. E para isso, se faz necessário que o educando se abstenha de alguns pressupostos, como o do querer sempre saber mais do que os outros, querer impor as suas opiniões sem sequer ouvir as dos outrem, etc. A base central do processo educacional deve ser seguida sempre por preceitos morais e éticos, tão fundamentais para o bem viver de uma sociedade. A moral e a ética são palavras sinônimas, pois ambas referem-se a costumes e condutas sociais, condutas estas referenciadas em valores, em apreciações do que é desejável, bom, obrigatório. Se a palavra ética tem sido mais utilizada nos últimos tempos, é que a moral, “sua irmã”, tem sido frequentada por sistemas autoritários, coercivos, e por pessoas cuja grande finalidade de vida é controlar a dos outros. A moralidade consiste no fazer, no agir, no obter respeito na sua ação, não obstante da difamação e da falsa conduta. A ética basta julgar aquilo que fora realizado, não justificando tal ato, mas prepondera a ação como estando dentro dos valores de uma sociedade ou não. São os chamados princípios éticos, tão propalados atualmente em nossa sociedade. Educar consiste nisso tudo. É o aprender a viver, é o aprender a ser e também a agir. A pessoa bem educada no seio de sua família e também na escola obtém mais subsídios para a conquista dos valores necessários para que viva dignamente, praticando virtudes dentro da mais pura ética, com uma grande simbologia da moral. Em um país tão desigual, onde o poder capitalista se mostra tão concentrado, se faz necessário a vivência da educação para se conseguir vitórias, seja no âmbito familiar, estudantil ou acadêmico, no mercado de trabalho e principalmente quando a referência é relações humanas. Os pais e os professores são preponderantes para que aconteça todo o processo que descrevi acima. Porém aos pais devem ser dadas condições de vida dignas para educarem seus filhos dentro do mais convicto e sublime respeito. Aos professores, devem ser dadas as condições necessárias para que realizem seu trabalho com dignidade, e isso deve acontecer no tocante à estrutura de trabalho em sala de aula e principalmente no que diz respeito à questão da valorização, pois quando o negócio é vivenciar e discutir a relação salário x professores, a vergonha vem à tona, pois o piso salarial desses trabalhadores foge totalmente à discussão sobre moral e ética, pois acontece uma irregularidade muito grande, para não dizer uma falta de responsabilidade e respeito para com aqueles que ensinam a sociedade e auxiliam os filhos no ato de aprender e de bem viver.
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
E-mail: comercial@informepolicial.com - reportagem@informepolicial.com
Nota: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.
© Informe Policial 2008 - 2020 - Todos os Direitos Reservados