PRINCIPAL
NOTÍCIAS


Polícia Civil desvenda morte de adolescente em Jacarezinho
Redação
10.MARÇO.2019

 A Polícia Civil de Jacarezinho, em menos de 24 horas, elucidou homicídio ocorrido na noite de quinta-feira (07), por volta das 22:30 horas, que vitimou o adolescente José Renato, de 16 anos de idade, que se envolveu em uma briga com travesti de 29 anos.

A Polícia Militar foi acionada para atender local em que uma pessoa havia sido vítima de golpes de faca, sendo que quando chegaram ao local a vítima já havia sido socorrida pela equipe de resgate do SAMU e encaminhada até a Santa Casa local, não tendo resistido aos ferimentos e entrado em óbito em razão da facada.

Imediatamente após tomar conhecimento do fato, a Polícia Civil iniciou investigações para se chegar a autoria do delito, tendo procedido entrevistas com populares que teriam presenciado a ação criminosa.

Em conversa com uma testemunha, os investigadores receberam a informação de que ele estaria em uma esquina, na companhia da vítima, momento que chegou ao local o suspeito que iniciou uma discussão, desferindo um soco e, em seguida, sacou de uma faca desferindo um golpe na região do tórax da vítima.

Os policiais conseguiram levantar filmagens de circuitos internos de monitoramento por câmeras que flagraram toda a ação do suspeito, não restando dúvidas com relação a sua participação no evento criminoso.

Na tarde de sexta-feira (08), o suspeito se apresentou na Delegacia de Polícia, na presença de seu advogado, informando que a discussão teria se iniciado em razão do fato de ele ter advertido a vítima para não permanecer no local, pois esta seria menor de idade e não poderia ficar “se prostituindo” no local.


A delegada responsável pelo caso, Carolinne dos Santos Fernandes, destacou que a Polícia Civil agiu rapidamente no caso, ouvindo todas as partes envolvidas e elucidando o ocorrido com o interrogatório do suspeito que se apresentou à Delegacia de Polícia, tudo isso em menos de 24 horas, faltando apenas algumas diligências complementares para encerrar o inquérito policial e já encaminhar o caso ao Poder Judiciário.

Disse ainda: “que ações rápidas e eficazes pela Polícia Civil, única responsável pela formação do conjunto de provas para instrução do inquérito policial, são fundamentais para controlar o índice de criminalidade e dar a resposta adequada aos diversos delitos que ocorrem em nossa cidade.

A Polícia Civil, apesar de contar com um número reduzido de funcionários, tem conseguido dar a resposta adequada aos crimes mais graves.

Com Tabajara Notícias

Veja Também
 
 

 

 

Comentários

comentários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
E-mail: comercial@informepolicial.com - reportagem@informepolicial.com
Nota: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.
© Informe Policial 2008 - 2019 - Todos os Direitos Reservados