PRINCIPAL
NOTÍCIAS


 

Elucidado fratricídio em Ribeirão do Pinhal
Irmão mais velho assassina o mais jovem por motivos passionais; arma do crime localizada
PCPR
24.SETEMBRO.2021
PCPR PCPR

Policiais civis de Ribeirão do Pinhal prenderam, na manhã desta sexta-feira (24), um sitiante de 40 anos acusado de assassinar o próprio irmão, identificado como Lidiano dos Santos, de 30 anos de idade. A vítima também trabalhava no campo. O caso é denominado fratricídio (assassinato entre irmãos).

O crime ocorreu na tarde último sábado, dia 18 de setembro, no bairro rural São Francisco, em Ribeirão do Pinhal.

A vítima trafegava em uma motocicleta, assim que deixou a casa de sua mãe, onde estava reunido com familiares, quando foi atingido com um tiro nas costas. Amigos e familiares ainda o socorreram e levaram ao hospital municipal, de onde foi transferido para Cornélio Procópio, onde não resistiu ao ferimento e morreu.

A Polícia Civil abriu inquérito policial para apurar os fatos e ouviu dezenas de testemunhas. Foi requisitado exame necroscópico e requisitado prontuário médico de atendimento.

De acordo com a PC, os irmãos tiveram recente desavença por motivos passionais. Interlocutores disseram ao assassino que sua ex-convivente estaria se relacionando com irmão mais novo, que teria negado os fatos. Houve acalourada discussão, antes da execução do crime.

Apesar de o laudo ainda não ter sido confeccionado, dados médicos indicaram um único disparo atingindo as costas e transfixando.

A PM, no dia do evento criminoso, esteve no local e chegou a apreender três munições na casa do então suspeito. No entanto, ele e e arma não foram localizados pelos policiais. Também não houve localização de projetis.

O delegado de polícia, Tristão Borborema de Carvalho, representou pela decretação da prisão provisória do autor, autorizada pela Justiça.
Investigadores de polícia foram a campo. Além de cumprirem o mandado de prisão, os agentes apreenderam a arma usada no crime, uma espingarda, e diversas munições.

O autor foi encaminhado para a Cadeia Pública de Bandeirantes, onde aguarda julgamento. O caso deve ir para Júri Popular.

Veja Também
PCPR
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
E-mail: comercial@informepolicial.com - reportagem@informepolicial.com
Nota: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.
© Informe Policial 2008 - 2021 - Todos os Direitos Reservados