PRINCIPAL
NOTÍCIAS


Decreto abre igrejas, templos e espaços religiosos em Ibaiti com restrições
Poderão ser realizados cultos, missas, orações e outras atividades de cunho religioso com no máximo 50 pessoas com máscaras.
Redação InformePolicial
24.MAIO.2020
Reprodução Reprodução

A Prefeitura de Ibaiti regulamentou o funcionamento de igrejas, templos e espaços religiosos que estão autorizados a funcionar durante a pandemia do novo coronavírus no município.

O Decreto nº 2054, de 21 de naio de 2020, foi publicado no Diario Oficial do Município nº 1669 desta sexta-feira (22) e dispões sobre adoção de novas medidas e consolidação para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da doença viral respiratória causada pelo agente covid-19 no município de Ibaiti, em complemento aos Decretos Municipais nºs 2035, 2037, 2040 e 2043, respectivamente de 2.4.2020, 3.4.2020, 12.4.2020 e de 22.4.2020.

Conforme o novo decreto, as igrejas e estabelecimentos religiosos poderão permanecer em atividade, inclusive com a realização de cultos e missas, recomendando a manutenção das atividades de atendimento individualizado ou de forma remota, desde que obedeçam aos seguintes requisitos:

1 – Manter o ambiente ventilado;

2 – Manter controle de acesso das pessoas que queiram participar dos cultos, missas, orações e outras atividades de cunho religioso, limitado a 50% da capacidade de público do ambiente, e no máximo, 50 pessoas no local, contando-se todos os colobaradores, funcionários, agentes, ministros, pastores, padres e comunidade religiosa;

3 – Permitir apenas a entrada de pessoas utilizando-se de mascaras.

Veja o decreto na íntegra clicando AQUI

Veja Também
FOTOS
Reprodução Pag 02 do Decreto nº 2054, de 21 de naio de 2020 Pag 01 do Decreto nº 2054, de 21 de naio de 2020
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
E-mail: comercial@informepolicial.com - reportagem@informepolicial.com
Nota: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.
© Informe Policial 2008 - 2020 - Todos os Direitos Reservados